Suspendendo ténis

Neste artigo explico o processo de criação duma fotografia de ténis desportivos, a flutuar. Este artigo foi previamente publicado no blog Spotlight da Affinity.

Vamos começar então por um vídeo de todo o processo.

Esta imagem foi criada especificamente para o meu portfólio. Há alguns anos atrás criei uma imagem semelhante, mas na altura o processo de suspensão e de composição da fotografia foi bastante demorado. Depois desse trabalho, decidi pesquisar e realizar várias experiências para determinar a melhor forma de conseguir criar este tipo de fotografias.

Quando considerei que tinha todos os problemas resolvidos, concentrei-me então na criação duma fotografia específica, que resultou neste projeto.

Preparação

Ao fotografar objetos suspensos, um dos problemas principais é conseguir colocar todos os objtos na posição pretendida. Como método, utilizo caixas ou outros elementos sólidos como base de suporte temporário, posicionando os objetos na posição pretendida. Assim, consigo definir com grande exactidão a composição final da fotografia.

Quando a composição está fechada, utilizo fio de pesca para suspender os objetos, passando dois fios por baixo (4 pontos de suspensão por objeto) para garantir estabilidade e permitir girar  ou reposicionar o objeto nos fios.

Para segurar os fios de pesca, utilizei uma rede fixa a uma estrutura metálica. É importante que esta estrutura não produza sombras ou limite o posicionamento das luzes.

Os fios são seguros à rede através de um laço, sendo a outra ponta segura com clipes de crocodilo, permitindo o seu reajuste rápido.

Assim que os ténis estavam suspensos, retirei todos os elementos de suporte, incluindo a mesa, deixando o espaço livre para colocação da iluminação. Depois, foi utilizar a luz para dar forma e volume aos ténis.

Normalmente fotografo cada uma das luzes individualmente, de forma a poder ficar com um registo do efeito que cada luz tem na fotografia final. É também útil durante a fase de retoque, caso seja necessário clarear uma zona específica.

Outra fotografia importante é a silhueta dos ténis. Esta fotografia permite criar rapidamente uma máscara para recortar os ténis do fundo.

Retoque

Todo o retoque foi feito no software Affinity Photo. Começou pela remoção dos fios de pesca que seguravam os ténis, utilizando as ferramentas Inpainting e Healing tool.

Partindo da fotografia da silhueta dos ténis, e utilizando a ferramenta Dodge, criei uma boa separação entre os ténis e o fundo. A restante área foi selecionada e preenchida com branco.

No final foi invertido de forma a que os ténis ficassem brancos e o fundo preto, criando uma máscara.

Foram então corrigidas pequenas imperfeições, dando atenção para que o retoque não torne os ténis artificiais ou demasiado perfeitos.

Quando considerei que o resultado era o pretendido, criei duas curvas de correcção (luminosidade), designadas por DB- (escurecer) e DB+ (clarear). Inverti-as de forma a não terem efeito e, utilizando um pincel bastante suave, comecei a esculpir os ténis para lhes dar forma e volume.

Fundo

Para o fundo foi criado um gradiente elíptico, utilizando as cores presentes nos ténis. Uma vez que estes são basicamente cinzentos com reflexos dourados, achei que o dourado daria um excelente fundo.

Após alguns ajustes, o fundo foi concluído e adicionei um ligeiro ruído para evitar a formação de faixas (banding). A imagem foi retocada em ProPhotoRGB de 16 bits e o aparecimento de faixas não é geralmente um problema, mas quando se altera para um espaço de cor sRGB de 8 bits, os gradientes muito suaves podem ser um problema.

As sombras foram criadas de forma pouco convencional. Para dar a ideia de horizonte, utilizei uma forma de diamante, desfocando os limites. A utilização de formas geométricas em vez de pixeis tem a grande vantagem de não ser destrutiva e de poder ser modificada com grande facilidade.

Uma solução semelhante foi utilizada para as sombras dos ténis, mas recorrendo a um triângulo, de forma a acentuar o calcanhar.

Color grading

Por cima de todas as camadas, foi criada uma camada com a cor do fundo e com 10% de transparência, para dar uniformidade à imagem.

Por fim e para integrar os ténis com o fundo, a camada da cor do fundo foi duplicada, desfocando os limites dos ténis e criando a sensação de que a luz do fundo está a ser reflectida sobre os ténis, tornando a transição o mais realista possível.

Este trabalho teve uma duração de 10 horas: cerca de 4 horas para a preparação, pesquisa e testes; mais 3 horas para montagem do set up, da composição e fotografar; e por fim, 3 horas para pós-produção. Naturalmente, as ideias têm vindo a amadurecer ao longo dum período de tempo maior uma vez que já pensava na criação desta imagem há alguns meses.

Por fim, aqui fica a imagem final, bem como, alguns detalhes.

Fotografia de calçado desportivos por Martins Ribeiro - fotografia de produto

Ferramentas

Para este fotografia foram utilizadas as seguintes ferramentas:

Câmara: Phase One 645DF+ com back digital P65+, montada numa coluna de estúdio FOBA. A lente foi uma 120mm macro.

Luz: Utilizei 5 cabeças de luz Broncolor SIROS 800 S com várias softboxes e refletores. A iluminação de preenchimento foi criada com uma softbox de 150×75; a iluminação lateral para dar forma e volume com uma softbox de 60x60cm; e um refletor P65 com grelha para iluminação das solas e fundo.

Software: O retoque foi feito com Affinity Photo. Capture One para captação das imagens e BronControl para controle remoto das luzes.